segunda-feira, 4 de agosto de 2008

Confusão



Confesso que ando confusa, com a vida, com o coração, com as pessoas e com tudo.
Confundo-me com sentimentos, sou confusa, nunca sei quando amo ou não amo de verdade,nunca sabem quando eu estou apaixonada ou não.
Não sei quem sou,não sei o que quero ser.Tenho vontades intermináveis,aromas inacabáveis,desejos eternos,eles se confundem e me confundem.Sou tão confusa,sou tão estranha.
Eu posso te fazer chorar,de felicidades,de tristeza,de amor e rir,rir até não poder mais,de felicidade,de satisfação,de amor...Eu sou essa confusão constante,essa mistura do “sim” e do “não”,do “talvez” e do “quem sabe”,não tente me entender,você não vai conseguir,meu nome é confusão e meu sobrenome é complicação.
Mas não venha me dizer: “você é complicada demais pra mim”,ninguém é complicado demais pra ninguém quando há amor,quando duas almas se entrelaçam não existe complicação,elas se entendem ou se respeitam.
É talvez eu nunca tenha encontrado essa minha alma gêmea,talvez essa lenda nem exista ou talvez ela esteja tão confusa quanto eu,se confundindo com amores irreais, por ai,achando que todo mundo é idiota demais pra ela ou que ela é idiota demais pra eles.
Será que um dia a gente se encontra?!
Mas,até lá,eu vou me confundindo,te confundindo,em minhas palavras,falas e gestos,eu posso fazer você me odiar e me amar,tudo ao mesmo tempo,o amor e o odio são dois sentimentos muito próximos.Mas,posso te mostrar um mundo novo,uma forma diferente de ver a vida,posso te fazer feliz por um tempo...Deixa que eu te mostro o que não tem explicação...

4 comentários:

Camilla Philliplavany. disse...

Alice? me teletransporta? :~~

Saada disse...

eu não acredito em alma gemea.ou quero não acreitar porque a quantidade de gente no mundo deixa parecendo impossível achar a tampa da panela certa.enquanto isso a gente vai levando com o que não joga oleo pra fora.ê:B
que merda.filosofias de uma aspirante a pedreira
mas eu concordo com aquela parte de não existir essa papo de confusa demais pra alguem,se a pessoa quiser ela vai fazer um esforco pra resolçver a confusão sim.

Luana Rabelo disse...

adorei o novo layout ta de parabéns lorena. no inicio eu poderia até dizer que era adolescência ou fazer uma comparação mas os outros parágrafos mostrou que essa inconstância nao vai mudar nunca, nao te sente tão diferente do que as pessoas sao, ou eu mesma, ou 'ele', a diferença ta só em quem fala o que pensa antes de pensar. Procure, mas só cuidado com o 'eu encontrei-a e quis duvidar' e acabar perdendo.

Aninha disse...

Adoooro! Tem livro já?