quinta-feira, 29 de novembro de 2012

"And there's no one else"


Eu não quero acordar, não, me deixa dormir, por favor, me deixa dormir porque isso só pode ser um sonho bom, não é possível que você seja verdade, esses olhos encantadores não podem ser reais, essa capacidade de me fazer esquecer do mundo lá fora também não.
Eu te amo tanto e poderia passar o resto da minha vida repetindo isso até você entender de vez que nada mais tem graça além de estar na sua companhia.O meu mundo ganhou uma cor nova, com a sua chegada, era uma cor que não existia mas seus olhos criaram ela em mim.
Não sei explicar, mas nada me parece mais interessante do que estar do seu lado, tocar a sua mão, escutar a sua voz, ver o seu sorriso, escutar a sua risada, admirar você de perfil e o seu olhar, ah o seu olhar,  me faz viajar por dimensões que eu nem achava que fossem possíveis, me faz sentir a pessoa mais segura e mais feliz do mundo, eu me perco por alguns segundos em que fico paralisada sem conseguir dizer ou agir, é como se eu estivesse diante da coisa mais linda da minha vida, sinto como se tivesse encontrado a peça final de um quebra-cabeça que eu nunca conseguia montar.
E por mais que eu tente achar maneiras linda de te dizer como eu preciso de cada pedaço teu, eu não consigo, não consigo porque nada consegue expressar como em meio de uma multidão, de mil abraços, de tantos beijos, bocas, corpos, esperanças, de tantas pessoas eu só desejei e desejo V-O-C-Ê e nada me parece mais confortável do que já estou fazendo,  nada me parece melhor do que você.
Eu sou sua, ouviu bem?
S-U-A.
Me lembrei quando um dia você me disse: “Um dia você ainda vai ser minha”, eu ri, mas de uma forma absurda eu já sabia que eu era, sem antes ser ou saber que seria sua, mas já tinha certeza que a minha vida tinha mudado em um dia 4, de um ano qualquer de um doce novembro, diferente dos demais. O amor faz mesmo reféns e eu não faço a mínima questão de ser resgatada desse aqui.

Não te defino nem te compreendo apenas sei que chegaste e esta tua chegada modificará em mim todas as coisas que se tornaram suaves”